22/03/15

Dia Mundial da Água: crise hídrica é alvo de debates no III EMDS

Victor Lucas Dia Mundial da Água: crise hídrica é alvo de debates no III EMDS

Apesar de ser um dos países com maior quantidade de água doce do mundo – são 11,6% do total – o Brasil tem pouco para comemorar neste Dia Mundial da Água (22 de março). O país enfrenta a maior crise hídrica da história. E o problema tende a se intensificar, não só aqui, mas em todo o mundo, segundo a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). De acordo com um relatório divulgado pela instituição nesta sexta-feira (20), a demanda por água no planeta deve crescer em 55% até 2050.

O documento mostra que há no mundo água suficiente para suprir as necessidades de crescimento do consumo, "mas não sem uma mudança dramática no uso, gerenciamento e compartilhamento". Segundo o documento, a crise global de água é de governança, muito mais do que de disponibilidade do recurso, e um padrão de consumo mundial sustentável ainda está distante.

Na avaliação do vice-presidente para Assuntos de Água da Frente Nacional de Prefeitos e prefeito de Uberlândia (MG), Gilmar Machado, é fundamental que os gestores públicos estejam focados em discutir e implementar soluções relacionadas ao tema – que não poderia ficar fora do III Encontro dos Municípios com Desenvolvimento Sustentável (EMDS). “As preocupações de hoje dos gestores já não são necessariamente as mesmas de anos anteriores. As leis estão mais rigorosas e focadas na questão da sustentabilidade, mas ainda há muito a ser feito”, destaca.

Em 2015, o III EMDS contará com uma série de palestras e diálogos para discutir formas de enfrentar a crise hídrica no país. O evento ocorrerá entre os dias 7 e 9 de abril, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília (DF). Confira as sessões que abordarão o tema da água:

ARENA 2

Soluções federativas para a crise hídrica
08/04 - 09h às 10h30
Local: Auditório Planalto
A magnitude da crise de abastecimento de água nas cidades é um fenômeno novo, que não tem precedentes no Brasil. Os governos estaduais e municipais enfrentam dificuldades de construir e implementar planos emergenciais e de contingência para enfrentar essa escassez. Para enfrentar esta grave crise, respeitadas as prerrogativas constitucionais de cada ente federado, é inadiável a adoção de medidas articuladas entre União, estados e municípios. Confira os debatedores convidados aqui.

SALA TEMÁTICA: ALTERNATIVAS PARA O ENFRENTAMENTO DA CRISE HÍDRICA E OS DESAFIOS AMBIENTAIS URBANOS

Mesa B - Diagnóstico e perspectivas da situação hídrica e do atendimento à população
08/04 - 10h45 às 12h15 Local: Sala 11

Mesa C - A nova agenda de saneamento a partir da crise hídrica
08/04 - 14h às 15h30 Local: Sala 11

Mesa D - Instrumentos de gestão para a Manutenção de Florestas e Produção da Água
08/04 - 15h45 às 17h30 Local: Sala 11

Mesa E - Estratégias para a gestão ambiental municipal
09/04 - 09h às 10h30 Local: Sala 11

Mesa F - Manejo dos resíduos sólidos
09/04 - 10h45 às 12h15 Local: Sala 11

Clique aqui e confira o detalhamento de cada mesa temática e os palestrantes convidados.

TED-ALIKE: SOLUÇÕES SUSTENTÁVEIS PARA AS CIDADES DO FUTURO 2

Tema: A segurança hídrica motivada por políticas públicas e mudanças no comportamento dos cidadãos.

Palestrante: Thelma Lucchese, Pesquisadora e professora da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)
08/04 - 15h45 às 18h Local: Auditório Buriti

BOAS PRÁTICAS

Experiências Municipais Certificadas na Agenda de Compromissos dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio – ODM
08/04 - 14h às 15h30
Local: Praça de Boas Práticas, Sala A

A Agenda de Compromissos é uma importante ferramenta que incentiva os gestores públicos a acompanharem a implementação e o monitoramento dos indicadores de programas relacionados às metas do Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). O acesso universal a água potável está entre os oito ODM estabelecidos pela ONU.
Fossas Sépticas Econômicas em Caratinga (MG) – prática premiada pela Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social
09/04 - 10h45 às 12h15
Local: Praça de Boas Práticas, Sala B

A oficina discutirá a parceria entre a Secretaria Municipal de Agronegócios e produtores locais e moradores da cidade de Caratinga (MG) para o tratamento de esgoto de forma econômica, ecológica, incentivando o uso Sustentável dos Recursos Naturais, gerando renda e complementando a alimentação da agricultura familiar.

III EMDS - Realizado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP), em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o EMDS já está consolidado como o maior evento de sustentabilidade urbana do país. O Encontro, que aborda assuntos de interesse comum entre os municípios brasileiros, nesta edição terá como eixo central o tema “Nova governança federativa e o papel das cidades no Brasil e no mundo”. Crise Hídrica, Mobilidade Urbana, Saúde Pública, Educação e Desenvolvimento Econômico são outros tópicos a serem debatidos durante o III EMDS.

Eixos temáticos irão nortear a programação do III EMDS, composta por Salas Temáticas, Arenas de Diálogo e Fóruns Ted-alike. Experiências exitosas municipais também serão divulgadas durante o evento, por meio do Caminho das Cidades e da Praça de Boas Práticas. O networking e a interação entre os participantes acontecem no espaço chamado Ponto de Encontro.

As inscrições são gratuitas e estão disponíveis no site www.emds.fnp.org.br. Cerca de cinco mil pessoas devem participar do Encontro, sendo aproximadamente 500 prefeitos e prefeitas.

SERVIÇO
Data: 7 a 9 de abril de 2015
Local: Centro de Convenções Ulysses Guimarães - SDC Eixo Monumental - Lote 05, Brasília (DF)
Outras informações e inscrições: www.emds.fnp.org.br, nas redes sociais www.facebook.com/EMDS.FNP ou pelo telefone (61) 3044-9800.

Mais nesta categoria: