24/11/21

Fórum Econômico Mundial e Apolitical elegem Fátima Daudt uma das 50 líderes mundiais em governança ágil

Prefeita de Novo Hamburgo divide a lista com lideranças como primeira ministra da Sérvia, embaixadora canadense e ministros de outros países

A prefeita de Novo Hamburgo (RS), Fátima Daudt, vice-presidente de Habitação da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), foi escolhida uma das 50 personalidades mundiais de liderança voltada para disrupção e inovação, segundo ranking do ano de 2021 elaborado pelo Fórum Econômico Mundial e pela Apolitical, organização britânica sem fins lucrativos. O anúncio foi feito pelo Conselho do Futuro Global sobre Governação Ágil do Fórum Econômico Mundial (WEF).

Fátima é um dos sete líderes latino-americanos da lista “Agile 50”, que reconhece autoridades do mundo todo que contribuem para formulação de políticas públicas e desenvolvimento de negócios disruptivos. A lista completa pode ser conferida em https://apolitical.co/list/en/agile-50-list-2021

“Estou muito honrada em fazer parte desta lista tão representativa. Estamos recuperando o protagonismo de Novo Hamburgo nos cenários econômico e político, com realizações que beneficiam toda a comunidade, resgatam a autoestima dos hamburguenses e projetam a cidade do futuro. Figurar entre líderes mundiais nas várias áreas é uma conquista de toda a cidade”, destaca Fátima Daudt.

Outros três brasileiros aparecem na lista: Bruna Santos, diretora de Inovação da Escola Nacional de Administração Pública (Enap); Igor Nogueira Calvet, presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), e Cristiano Heckert, secretário de Gestão do Ministério da Economia.

Fátima ainda compartilha a lista com personalidades como a primeira-ministra da Sérvia, Ana Brnabić; o vice-primeiro ministro da Ucrânia, Mykhailo Fedorov; a embaixadora do Canadá na União Europeia, Ailish Campbell; a diretora associada do Departamento de Energia dos Estados Unidos, Barbara Helland; e a expoente Ohood Khalfan Al Roumi, ministra do Desenvolvimento Governamental e do Futuro dos Emirados Árabes Unidos, além de outros líderes governamentais e da iniciativa privada.

CRITÉRIOS
Neste ano, a lista “Agile 50” reconhece as contribuições dos líderes na governança para disrupção e inovação. O objetivo é reconhecer políticos, funcionários públicos, empresários e líderes que conduzem a agilidade nos governos, regulamentação e elaboração de políticas em todo o mundo.

A seleção foi construída com base em dez critérios: abraçar o futuro, concentrando-se nos resultados, experimentando e aprendendo, apoiar-se nos negócios, ligar-se aos pares, ser responsivo, envolver-se local e nacionalmente, ter uma perspectiva global, concentrar-se nos inovadores, bem como colocar os cidadãos no centro.

REALIZAÇÕES
Na apresentação da prefeita hamburguense, a Apolitical destaca que Fátima “tem conduzido a Prefeitura de Novo Hamburgo através de diversas crises, utilizando os princípios da governança ágil”. A instituição destaca que a prefeita liderou a recuperação de um empréstimo soberano de US$ 46 milhões com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), executando um programa previsto para durar quatro anos em apenas dois.

Ainda segundo a Apolitical, “Fátima criou o maior programa de recuperação econômica de seu Estado, o Pacto pelo Futuro, auxiliando mais de 600 pequenas e médias empresas”. Para a instituição, Fátima tem se destacado no combate à Covid-19 com novas medidas de saúde e estratégias de vacinação, políticas públicas de recuperação econômica inclusiva e equitativa e engajamento cidadão. “Estabeleceu o Centro Municipal de Operações de Emergência - COVID 19 (COEM Covid-19) como a principal política municipal de rearranjo institucional para uma resposta ágil e em tempo real aos desafios colocados pela pandemia”, conclui a instituição.

Para a instituição, a agilidade não pode ser executada sem cooperação e coordenação. Por isso, os formuladores do prêmio destacam que, atrás de cada rosto desta lista, está uma equipe de heróis anônimos cujo trabalho é indispensável para transformar o governo para responder às rápidas mudanças e interrupções tecnológicas.

Fonte: Prefeitura de Novo Hamburgo
Mais nesta categoria: