29/03/21

Prefeitos da FNP se reúnem com ministro da Saúde

Recentemente empossado, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, se reuniu com dirigentes da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), nesta segunda-feira, 29. O ministro falou sobre as dificuldades enfrentadas no combate à pandemia e as medidas que devem ser tomadas para conter a doença e diminuir o número de vítimas.

Participaram da reunião o presidente da FNP, Jonas Donizette, e os prefeitos Gean Loureiro, de Florianópolis/SC, presidente eleito do Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (Conectar), Edvaldo Nogueira, de Aracaju/SE, e Bruno Cunha Lima, de Campina Grande/PB.

Diante da atual situação sanitária, sem precedentes no Brasil e no mundo, “é necessário que seja feita uma série de ajustes”, segundo o ministro. “O primeiro ajuste é por um ambiente mais harmônico a nível nacional, em que a gente possa construir um norte para a saúde do país”, pontuou. Defendendo o uso de máscara e o distanciamento social, Queiroga também ressaltou que a falta de medicamentos, insumos e oxigênio para o tratamento da Covid-19 está sendo acompanhada de perto pelo Ministério.

“Eu quero trabalhar direto com vocês, prefeitos, com medidas conjuntas. E vamos trabalhar também com absoluta transparência em relação aos dados, número de infectados, mortes, quantidade de insumos. Queremos que a população saiba exatamente o que estamos fazendo”, declarou Queiroga.

Para o presidente da FNP, o momento requer união. “Aqui com o senhor, reafirmamos a necessidade de uma reunião periódica, para que possamos participar e ajudar nessas estratégias”, disse. Ainda segundo Donizette, a iniciativa de criação de uma secretaria extraordinária para tratar as demandas do novo Coronavírus, anunciada pelo ministro durante a reunião, é uma medida “bastante válida”.

O prefeito de Aracaju/SE, Edvaldo Nogueira, destacou que as ações precisam ser breves, sob pena de o colapso vivido em Manaus se tornar uma triste realidade nacional. “Nós prefeitos estamos dispostos a contribuir com o Ministério no que for preciso, estamos dispostos a construir soluções juntos”, enfatizou.

Eleito nesta segunda-feira presidente do Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (Conectar), o prefeito de Florianópolis/SC, Gean Loureiro, detalhou ao ministro os objetivos da iniciativa. “É um consórcio para atuar em todos os setores da saúde e que mobilizou de forma inédita mais de dois mil e seiscentos municípios”, completou, colocando o grupo à disposição do ministério como colaborador no Plano Nacional de Imunização. “Queremos somar”, destacou.

Na lista de demandas apresentada, o chefe do Executivo de Campina Grande/PB, Bruno Cunha Lima, reforçou o recrudescimento da pandemia exige, "mais do que nunca", "um protocolo unificado de ações".  

Redator: Bruna LimaEditor: Paula Aguiar
Última modificação em Segunda, 29 de Março de 2021, 22:19
Mais nesta categoria: