Boas Práticas

Versão para Impressão

Boas Práticas

ABRINQ

25/04 - 14h até 25/04 - 15h00 Local: Praça de Boas Práticas

Prêmio Prefeito Amigo da Criança: O que é e como participar?

ABRINQ

26/04 - 10h até 26/04 - 11h00 Local: Praça de Boas Práticas

Boas Práticas reconhecidas pela 5ª Edição do Programa Prefeito Amigo da Criança.

BID- Estudo de Caso – Três Lagoas Sustentável

24/04 - 14h até 24/04 - 15h00 Local: Praça de Boas Práticas

Estudo de Caso – Três Lagoa Sustentável

 Márcia Casseb, Especialista Sênior em Desenvolvimento Urbano e Saneamento e também Coordenadora do Programa Cidades Emergentes e Sustentáveis no Brasil irá apresentar o Estudo de Caso da cidade de Três Lagoas, Mato Grosso do Sul. A Prefeitura da cidade lançou recentemente seu Plano de Ação Três Lagoas Sustentável, elaborado sob a metodologia do Programa CES do Banco Interamericano de Desenvolvimento. Após realização de diagnóstico baseado em indicadores, pesquisa de opinião pública, análise ambiental e de vulnerabilidade às mudanças do clima, econômica e técnica, foram identificados nove temas prioritários para o desenvolvimento da cidade e três linhas estratégicas foram definidas com suas respectivas ações, somando-se a iniciativas já existentes ou criando novas com foco em: fortalecer o capital humano e a competividade da economia; promover a ocupação racional do território; e modernizar a gestão municipal. Para cada uma das linhas estratégicas foram identificadas soluções de médio e longo prazo para o desenvolvimento da cidade.

BID- Implementação das Redes de Monitoramento Cidadão

28/04 - 14h até 28/04 - 15h00 Local: Praça de Boas Práticas

Fernando Penedo, da Baobá Práticas Sustentáveis, apresentará a iniciativa das Redes de Monitoramento Cidadão implementadas em cinco capitais brasileiras como parte da do Programa Cidades Emergentes e Sustentáveis. O objetivo da redes de monitoramento é acompanhar o andamento de termas que impactam diretamente na qualidade de vida das pessoas que moram na cidade, bem como fortalecer a cultura de transparência, participação e debate público qualificado. As redes de Monitoramento Cidadão contam como o apoio do BID, CAIXA e Prefeituras Municipais.

Childhood Brasil

28/04 - 16h até 28/04 - 17h00 Local: Praça de Boas Práticas

Centro de atendimento integrado para vítimas de violência sexual.

CONASEMS

28/04 - 11h até 28/04 - 12h00 Local: Praça de Boas Práticas

Projeto desenvolvido no município de José de Freitas, Piauí, na atenção domiciliar.

Prefeito: Roger Coqueiro Linhares

Secretária Municipal de Saúde: Germane Silva Pessoa Linhares

 

CONASEMS

26/04 - 16h até 26/04 - 17h00 Local: Praça de Boas Práticas

Município de Água Branca, Piauí, Enfrentamento ao mosquito vetor da dengue, zika e chikungunya.

Prefeito:  JONAS MOURA

Secretário Municipal de Saúde de Água Branca, PI - Amilton Feitosa

Rede ECPAT Brasil

24/04 - 16h até 24/04 - 17h00 Local: Praça de Boas Práticas

Apresentação da Campanha 18 de maio e da Campanha ANA.

Palestrante: Karina Figueiredo

Rede ECPAT Brasil

25/04 - 11h até 25/04 - 12h00 Local: Praça de Boas Práticas

Apresentação do Plano de Enfrentamento a Violência Sexual.

Palestrante: Karina Figueiredo

FGV – Como modernizar a gestão municipal de forma financeiramente sustentável? e Potencialidades econômicas regional

24/04 - 15h até 24/04 - 16h00 Local: Praça de Boas Práticas

  Há espaço para ganhos de eficiência na gestão dos recursos municipais. Aumentar a Receita é a ideia mais imediata, mas diante da situação atual isto não é fácil, gera enormes desgastes e seus resultados só serão atingidos no médio e longo prazo com o aumento da renda e do emprego. Então a alternativa é otimizar o gasto através de várias medidas e não apenas uma, tais como Concessões, PPPs, Financiamentos, reformas administrativas e adoção de mecanismos incentivo de melhoria de produtividade do servidor público. Vamos discutir cada uma delas.

Silvio Campos Guimarães – Coordenador de projetos na Fundação Getulio Vargas

Potencialidades Econômicas Regionais

A identificação das potencialidades econômicas é um importante instrumento para alavancar o desenvolvimento econômico regional. A partir da utilização de diversas métricas, é possível mapear as atividades que já se destacam no município/região em questão, identificar seus encadeamentos com outras atividades da mesma cadeia produtiva e com atividades de outros municípios vizinhos. A identificação das potencialidades é construída inicialmente com base em diferentes indicadores calculados com informações secundárias, mas esse diagnóstico pode e deve ser complementado com pesquisa primária para melhor precisão das potencialidades do município. A partir desse diagnóstico, são propostas diretrizes para superação das dificuldades para o crescimento, estratégias para adensamento de cadeia e fortalecimento das atividades econômicas do município.

Palestrante: Raquel de Almeida Pedro - Coordenadora de projetos na Fundação Getulio Vargas- Economista

FGV- SOLUÇÕES INTELIGENTES E MOBILIDADE URBANA PARA AS CIDADES BRASILEIRAS; PLANO DE MOBILIDADE URBANA – O Caso de Armação dos Búzios, RJ; e DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL EM SANEAMENTO BÁSICO NOS MUNICÍPIOS

25/04 - 12h até 25/04 - 13h00 Local: Praça de Boas Práticas

  As cidades brasileiras estão procurando caminhos para se tornarem competitivas, sustentáveis  e focadas no objetivo de aumentar a qualidade de vida e a segurança do cidadão.  O paradigma inovador da Smart Citypode contribuir fortemente para criar as soluções tecnológicas, sociais e ambientais mais oportunas para responder as necessidades da população.  As cidades, além de aproveitarem das grandes oportunidades oferecidas pela inovação tecnológica,precisam enfrentar  outros desafios, tais como:

 Desafio relacional: promover a inovação nos processos de transformação urbana envolvendo atores públicos e privados, criando novos modelos de governança e ecossistemas que possibilitem a implantação de soluções urbanas inteligentes;

 Desafio jurídico-institucional:desenvolver inovações regulatórias e normativas, visando a viabilidade e a segurança jurídica para implantar modelos de negocio inovadores;

 Desafio financeiro: atrair e captar recursos de diferente origem e natureza para viabilizar a implantação das soluções urbana inteligentes.

Palestrantes: Marco Ristuccia Coordenador de projetos na Fundação Getulio Vargas - Economista

Marco Contardi Coordenador de projetos na Fundação Getulio Vargas -Economista

 

  PLANO DE MOBILIDADE URBANA – O Caso de Armação dos Búzios, RJ

 

  As questões ligadas à mobilidade urbana estão diretamente ligadas ao desenvolvimento econômico, e impactam na qualidade de vida de sua população e nas diferenças socioespaciais. A Política Nacional de Mobilidade Urbana (Lei No. 12.587/12) trouxe a necessidade dos municípios com mais de 20.000 habitantes desenvolverem Planos de Mobilidade urbana até abril de 2018, como ferramenta de planejamento para a melhoria da mobilidade. Para o município Armação dos Búzios, RJ foi concebido o PLANMOB com base no diagnóstico e prognóstico,sendo propostas ações de curto, médio e longo prazo visando a melhoria dos indicadores de mobilidade da cidade. As ações priorizaram a melhoria do transporte não motorizado, seguido pelo transporte público coletivo e de carga, e, finalmente, do transporte motorizado individual (automóveis). As principais proposições envolveram a ampliação de área prioritária para pedestre, a recomendação de um plano cicloviário, a redefinição do sistema de ônibus e a redefinição do sistema viário principal, buscando sempre soluções ambientalmente sustentáveis.

Palestrante: Eduardo leal

  Desenvolvimento Sustentável em Saneamento Básico nos Municípios

 Historicamente, o investimento em saneamento básico ocorreu de forma pontual no Brasil, sendo predominantemente realizado pelo setor público. O setor também foi marcado pela baixa capacidade de endividamento das organizações estatais e a pequena participação do setor privado. Neste início de século, com a retomada dos investimentos, principalmente, com a expansão da participação do operador privado, torna-se necessário, além da melhoria na governança das organizações do setor, um planejamento consistente dos recursos a serem investidos para que o quadro até então verificado possa ser revertido em uma expansão do atendimento, sobretudo, nos serviços de esgotamento sanitário e resíduos sólidos e na melhor qualidade do setor no país. Todavia, os investimentos em saneamento devem atender a requisitos técnicos, ambientais, sociais e econômicos, de forma a se trabalhar o conceito de desenvolvimento sustentável, de preservação e conservação do meio ambiente e particularmente dos recursos hídricos, refletindo diretamente no planejamento das ações de saneamento. Sem perder de vista o conceito de sustentabilidade econômica, ou seja, os projetos a serem implantados no setor devem sempre ter a preocupação em buscar essa sustentabilidade, diminuindo a pressão sobre as tarifas e a necessidade de recursos públicos ou do grupo controlador privado. A sustentabilidade econômica tem respaldo na busca da eficiência dos sistemas, do planejamento das obras, priorizando aquelas de maior resultado social, ambiental e financeiro, da redução da inadimplência, das perdas físicas e aparentes e na manutenção dos indicadores de desempenho em níveis compatíveis ao cumprimento da prestação dos serviços com qualidade e equidade. Esse desafio da busca da sustentabilidade ambiental e econômica pode ser perseguido com a maior capacitação técnica dos agentes envolvidos no setor público e/ou o assessoramento técnico de profissionais/instituições altamente especializados e/ou através das parcerias com os operadores privados que necessitam cumprir metas de desempenho e retorno.

Palestrante: Rosane Coelho - Coordenadora de Projetos - Economista

 

 

FGV - Melhoria da Qualidade do Gasto com Pessoal e Parcerias, apoio à adequação da Lei 13.019/14; Parcerias; e Os desafios da gestão municipal no contexto da restrição orçamentária e financeira.

26/04 - 11h até 26/04 - 12h00 Local: Praça de Boas Práticas

 

A despesa com pessoal é questão da maior importância para a gestão pública. Seja por estar diretamente relacionada com a motivação, engajamento e desempenho dos servidores. Seja por se revelar como a despesa mais relevante de toda a administração pública, pelo seu volume. O objetivo deste painel é mostrar elementos técnicos que melhoram a qualidade do gasto com pessoal, permitindo elevar a gestão de pessoas a um patamar superior e reduzir e controlar despesas. Parcerias Um elemento chave para o sucesso das parcerias com Organizações da Sociedade Civil é a capacidade de monitoramento, avaliação e controle por parte dos gestores públicos. Esse dever ficou ainda mais intenso com o advento da Lei no 13.019/2014, que define novas obrigações de transparência na aplicação dos recursos públicos. O objetivo deste painel é conceituar esses elementos descrever como as ferramentas de tecnologia da informação podem colaborar para uma gestão eficiente e transparente de recursos públicos. Além da experiência de construção do Mapa das Organizações da Sociedade Civil no Brasil, e sua integração com o Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse da União (Siconv), também será apresentado o Painel de Gestão das Parcerias com Organizações Sociais do Município do Rio de Janeiro, demonstrando não só suas funcionalidades atuais, mas também sua evolução e potencialidades.

Palestrante: Alexis Vargas

Professor e Coordenador de projetos na Fundação Getulio Vargas.

Doutor em Direto do Estado pela PUC/SP, com estágio de pesquisa na Universidade Autónoma de Barcelona (Doutorado Sanduíche – CAPES).

“Os desafios da gestão municipal no contexto da restrição orçamentária e financeira”. O quadro recessivo e o ajuste fiscal promovido pelo governo federal comprometem o financiamento das políticas públicas municipais pelo impacto provocado tanto nas receitas próprias, como nas transferências intergovernamentais. Como enfrentar esse cenário e viabilizar a execução do plano de governo? Adotando medidas de aprimoramento do planejamento, da estrutura administrativa, da gestão da receita, da execução da despesa e da qualificação do gasto.

Francisco Humberto Vignoli - Professor e Coordenador de projetos na Fundação Getulio Vargas.

Agenda Pública- Desenvolvendo servidores para resolver problemas públicos - A Escola de Políticas Públicas

25/04 - 13h até 25/04 - 14h00 Local: Praça de Boas Práticas

 

Palestrantes:

Sergio Andrade – Diretor Executivo da Agenda Pública 

Ricardo Sudario – Diretor de Tecnologias Educacionais da Escola de Políticas Públicas

Gestão Integrada para Política Fiscal e do Plano de Governo

28/04 - 15h até 28/04 - 16h00 Local: Praça de Boas Práticas

Sérgio Ruy Barbosa –Coordenador de Projetos na FGV – Mestre em Administração Pública – Ex Secretário de Planejamento e Gestão; e Fazenda do Estado do Rio de Janeiro.

Cursos à distância e da A3P

27/04 - 13h até 27/04 - 14h00 Local: Praça de Boas Práticas

Ações que podem ser implementadas nos municípios.

Palestrante: Dioclécio Luz

PREVFOGO - Apresentação das ações e orientação sobre prevenção de incêndios florestais.

26/04 - 13h até 26/04 - 14h00 Local: Praça de Boas Práticas

 

Palestrante: Gabriel Zacharias.

Childhood Brasil - Centros de atendimento integral para crianças e adolescentes vítimas de violencia sexual- Experiências do Distrito Federal. Centro 18 de maio.

24/04 - 13h até 24/04 - 14h00 Local: Praça de Boas Práticas

Ampliando a arrecadação e fortalecendo a economia local | Casos de sucesso

25/04 - 10h até 10h30 Local: Praça de Boas Práticas

 

Palestrantes: Sergio Andrade – Diretor Executivo da Agenda Pública

Prêmio Celso Furtado de Desenvolvimento Regional – 4ª Edição

24/04 - 12h até 24/05 - 12h30 Local: Praça de Boas Práticas

Homenagem a Milton Santos

Palestrante: Luiz Carlos de Lima

FGV - Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU)

27/04 - 10h até 27/04 - 11h00 Local: Praça de Boas Práticas

Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) – O caso de Niterói, RJ

O Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano consiste em um instrumento obrigatório para municípios acima de 20 mil habitantes previsto no Estatuto das Cidades, e que deve ser atualizado a cada 10 anos. O PDDU é um instrumento que deve induzir um processo de planejamento continuado que vise à ampliação dos benefícios sociais, a redução de desigualdades, a garantia de oferta de serviços e equipamentos urbanos. Em Niterói foi realizado assessoria técnica para atualizar e modernizar a legislação vigente, através de um amplo diagnóstico, construção de cenários de desenvolvimento e proposta de diretrizes em todos os setores. Através de metodologia do Planejamento Espacial Estratégico, que trata dos arranjos organizacionais de governança entre o setor público, o público e o setor privado, para guiar o desenvolvimento urbano no território. Foram formuladas estratégias, diretrizes para planos, políticas e futuros projetos, propondo um macrozoneamento e onde inserir atividades e benefícios bem como das necessidades de revisão de legislação. Ela abrange a expansão das áreas urbanizadas, empreendimentos imobiliários para variadas finalidades, negócios de diferentes escalas e infraestrutura, preservando o meio ambiente.

Silvia Finguerut – Coordenadora de Projetos da Fundação Getulio Vargas - Arquiteta e Urbanista.

Apoio à Gestão na área de Saúde

Instituições de Saúde são reconhecidas por sua complexidade organizacional, com inúmeros fatores intervenientes, diversos processos operacionais, e multiplicidade de corporações e de atividades profissionais funcionando como desafio permanente para seus gestores. O Desenvolvimento Político Institucional, o Desenvolvimento Organizacional, e o Desenvolvimento e Gestão Operacionais devem compor a agenda estratégica dos dirigentes. E, para nortear a efetividade da gestão e o uso eficiente dos recursos alocados, a busca sistematizada de soluções integradas de Controle, Monitoramento e Avaliação das ações de saúde permite a correta análise da política e de sua implantação.  

Exemplos dos elementos de apoio à gestão da saúde nos municípios:

1 – Governança e Governabilidade: Desenho Organizacional, Modelo de Gestão e Processo Decisório; Compliance, prestação de contas e transparência;

2 – Vocacionamento e Dimensionamento da Atenção: Análise das necessidades em saúde, capacidade instalada, planejamento e controle da produção (PCP);

3 – Gestão de Materiais e Medicamentos: Modelo de padronização, aquisição, distribuição e reposição de materiais e medicamentos; e

4 – Gestao Estratégica de Custos: Adoção de modelo de custeio variável para decisão gerencial e planejamento. A lógica central do modelo proposto está na entrega de valor para a sociedade através da integração dos serviços, com procedimentos diagnósticos, assistenciais e gerenciais da rede promovendo a geração de atenção integral à saúde da população, aumentando a qualidade e a segurança dos serviços e controlando e monitorando os custos de operação. 

Leonardo Justin Carap - Coordenador de Projetos da Fundação Getulio Vargas - Médico formado pela Universidade Federal Fluminense

 

FUNDAÇÃO BANCO DO BRASIL

25/04 - 09h até 25/04 - 10h00 Local: Praça de Boas Práticas

Prêmio Fundação Banco Brasil de Tecnologia Social 

Palestrante: Marco Aurélio Cirilo Lemos.

FUNDAÇÃO BANCO DO BRASIL

27/04 - 16h até 27/04 - 17h00 Local: Praça de Boas Práticas

Prêmio Fundação Banco Brasil de Tecnologia Social 

Palestrante: Marco Aurélio Cirilo Lemos

IPADS

25/04 - 15h até 25/04 - 16h00 Local: Praça de Boas Práticas

Inovações para transformar a qualidade da Educação

  Como melhorar o IDEB e demais indicadores educacionais dos municípios com o uso de tecnologia. Apresentação da utilização de plataforma que fornece indicadores precisos para potencializar o impacto de avaliações de larga escala, gestão de informações resultando em um planejamento assertivo e eficiente, essencial em um contexto restritivo de recursos.

Palestrante:  Rafael Buchalla

IPADS

28/04 - 09h até 28/04 - 10h00 Local: Praça de Boas Práticas

Zika Vírus

Ações efetivas em momento de emergência pública.

A apresentação tem como objetivo ilustrar uma metodologia de apoio à trabalhadores e gestores no enfrentamento ao Vírus Zika e a Síndrome da Zika Congênita. O Projeto Zikalab (Laboratório de Formação do Trabalhador da Saúde no contexto do Vírus Zika) foi uma parceria entre iniciativa privada, terceiro setor organizações governamentais, que durante o ano de 2016 capacitou 7200 trabalhadores de saúde de 37 municípios brasileiros de áreas epidêmicas. O projeto contou com metodologia ativa, estratégias de multiplicação do conhecimento, comunicação com a sociedade civil e foco na abordagem integral do usuário nas mais diversas necessidades.

Palestrante: Dr.Thiago Lavras Trapé

Mercocidades

25/04 - 16h até 25/04 - 17h00 Local: Praça de Boas Práticas

Programa de Cooperação Sul-Sul”, com descrições do processo de formação do mesmo, os valores e ideais que o originaram e as condições de apresentação de projetos e seleção. Além disso, difundiremos a rede de Mercocidades nas cidades brasileira que formam parte da mesma, mas não desempenham um rol ativo.

Palestrante: Agustín Andrés Müller, responsável de redes internacionais da cidade de Santa Fe, oficina da Presidência de Mercocidades

Mercocidades

27/04 - 11h até 27/04 - 12h00 Local: Praça de Boas Práticas

Programa de Cooperação Sul-Sul”, com descrições do processo de formação do mesmo, os valores e ideais que o originaram e as condições de apresentação de projetos e seleção. Além disso, difundiremos a rede de Mercocidades nas cidades brasileira que formam parte da mesma, mas não desempenham um rol ativo.

Palestrante: Agustín Andrés Müller, responsável de redes internacionais da cidade de Santa Fe, oficina da Presidência de Mercocidades.

PNUD

26/04 - 12h até 26/04 - 13h00 Local: Praça de Boas Práticas

Plano Plurianual alinhado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Leandro Couto- IPEA ASECOR.

Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor e Centro Sebrae de Sustentabilidade

28/04 - 12h até 28/04 - 13h00 Local: Praça de Boas Práticas

Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

        Premia os gestores públicos municipais que implantam projetos com resultados comprovados de estímulo ao surgimento e ao desenvolvimento de pequenos negócios e à modernização da gestão pública, contribuindo de forma efetiva para o desenvolvimento econômico e social do município. São reconhecidos projetos que favoreçam a implementação da Lei Geral, promovam as compras governamentais de pequenos negócios, aumentem a formalização desses ao mesmo tempo que reduzam a burocracia, favoreçam também a inovação e a sustentabilidade na economia local, combatam a extrema pobreza e promovam a inclusão produtiva com segurança sanitária.

Centro Sebrae de Sustentabilidade

        O Centro Sebrae de Sustentabilidade atua com a geração e disseminação de conhecimentos em sustentabilidade aplicada aos pequenos negócios. Nosso papel é mapear inovações, técnicas e práticas sustentáveis no Brasil e no mundo, formular conteúdos exclusivos e mostrar aos empresários que é possível ser mais rentável, reduzindo impactos no meio ambiente e contribuindo para um desenvolvimento social mais justo e igualitário. É um laboratório de práticas sustentáveis para empresários, estudantes e instituições públicas que desejam conhecer a aplicação do tema no dia a dia, fornecendo conteúdo qualificado por meio de inúmeras ações e publicações segmentadas, disponíveis gratuitamente.

No IV EMDS, o Centro Sebrae de Sustentabilidade apresentará soluções que podem ser adotadas por empresas e pelos poderes públicos em geral, visando a melhoria do ambiente de negócios com sustentabilidade e competitividade, assim favorecendo o desenvolvimento local.

Centro Sebrae de Sustentabilidade e Premio Sebrae Prefeito Empreendedor

25/04 - 17h até 25/04 - 18h00 Local: Praça de Boas Práticas

Centro Sebrae de Sustentabilidade

    O Centro Sebrae de Sustentabilidade atua com a geração e disseminação de conhecimentos em sustentabilidade aplicada aos pequenos negócios. Nosso papel é mapear inovações, técnicas e práticas sustentáveis no Brasil e no mundo, formular conteúdos exclusivos e mostrar aos empresários que é possível ser mais rentável, reduzindo impactos no meio ambiente e contribuindo para um desenvolvimento social mais justo e igualitário. É um laboratório de práticas sustentáveis para empresários, estudantes e instituições públicas que desejam conhecer a aplicação do tema no dia a dia, fornecendo conteúdo qualificado por meio de inúmeras ações e publicações segmentadas, disponíveis gratuitamente. No IV EMDS, o Centro Sebrae de Sustentabilidade apresentará soluções que podem ser adotadas por empresas e pelos poderes públicos em geral, visando a melhoria do ambiente de negócios com sustentabilidade e competitividade, assim favorecendo o desenvolvimento local.

Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

     Premia os gestores públicos municipais que implantam projetos com resultados comprovados de estímulo ao surgimento e ao desenvolvimento de pequenos negócios e à modernização da gestão pública, contribuindo de forma efetiva para o desenvolvimento econômico e social do município. São reconhecidos projetos que favoreçam a implementação da Lei Geral, promovam as compras governamentais de pequenos negócios, aumentem a formalização desses ao mesmo tempo que reduzam a burocracia, favoreçam também a inovação e a sustentabilidade na economia local, combatam a extrema pobreza e promovam a inclusão produtiva com segurança sanitária.

Centro Sebrae de Sustentabilidade e Premio Sebrae Prefeito Empreendedor

26/04 - 09h até 26/04 - 10h00 Local: Praça de Boas Práticas

Centro Sebrae de Sustentabilidade

    O Centro Sebrae de Sustentabilidade atua com a geração e disseminação de conhecimentos em sustentabilidade aplicada aos pequenos negócios. Nosso papel é mapear inovações, técnicas e práticas sustentáveis no Brasil e no mundo, formular conteúdos exclusivos e mostrar aos empresários que é possível ser mais rentável, reduzindo impactos no meio ambiente e contribuindo para um desenvolvimento social mais justo e igualitário. É um laboratório de práticas sustentáveis para empresários, estudantes e instituições públicas que desejam conhecer a aplicação do tema no dia a dia, fornecendo conteúdo qualificado por meio de inúmeras ações e publicações segmentadas, disponíveis gratuitamente. No IV EMDS, o Centro Sebrae de Sustentabilidade apresentará soluções que podem ser adotadas por empresas e pelos poderes públicos em geral, visando a melhoria do ambiente de negócios com sustentabilidade e competitividade, assim favorecendo o desenvolvimento local.

Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

     Premia os gestores públicos municipais que implantam projetos com resultados comprovados de estímulo ao surgimento e ao desenvolvimento de pequenos negócios e à modernização da gestão pública, contribuindo de forma efetiva para o desenvolvimento econômico e social do município. São reconhecidos projetos que favoreçam a implementação da Lei Geral, promovam as compras governamentais de pequenos negócios, aumentem a formalização desses ao mesmo tempo que reduzam a burocracia, favoreçam também a inovação e a sustentabilidade na economia local, combatam a extrema pobreza e promovam a inclusão produtiva com segurança sanitária.

Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor e ANVISA- Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Projeto Educanvisa

26/04 - 17h até 26/04 - 18h00 Local: Praça de Boas Práticas

 

Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

   Premia os gestores públicos municipais que implantam projetos com resultados comprovados de estímulo ao surgimento e ao desenvolvimento de pequenos negócios e à modernização da gestão pública, contribuindo de forma efetiva para o desenvolvimento econômico e social do município. São reconhecidos projetos que favoreçam a implementação da Lei Geral, promovam as compras governamentais de pequenos negócios, aumentem a formalização desses ao mesmo tempo que reduzam a burocracia, favoreçam também a inovação e a sustentabilidade na economia local, combatam a extrema pobreza e promovam a inclusão produtiva com segurança sanitária.

Centro Sebrae de Sustentabilidade e Premio Sebrae Prefeito Empreendedor

27/04 - 09h até 27/04 - 10h00 Local: Praça de Boas Práticas


Centro Sebrae de Sustentabilidade

  O Centro Sebrae de Sustentabilidade atua com a geração e disseminação de conhecimentos em sustentabilidade aplicada aos pequenos negócios. Nosso papel é mapear inovações, técnicas e práticas sustentáveis no Brasil e no mundo, formular conteúdos exclusivos e mostrar aos empresários que é possível ser mais rentável, reduzindo impactos no meio ambiente e contribuindo para um desenvolvimento social mais justo e igualitário. É um laboratório de práticas sustentáveis para empresários, estudantes e instituições públicas que desejam conhecer a aplicação do tema no dia a dia, fornecendo conteúdo qualificado por meio de inúmeras ações e publicações segmentadas, disponíveis gratuitamente. No IV EMDS, o Centro Sebrae de Sustentabilidade apresentará soluções que podem ser adotadas por empresas e pelos poderes públicos em geral, visando a melhoria do ambiente de negócios com sustentabilidade e competitividade, assim favorecendo o desenvolvimento local.

Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

   Premia os gestores públicos municipais que implantam projetos com resultados comprovados de estímulo ao surgimento e ao desenvolvimento de pequenos negócios e à modernização da gestão pública, contribuindo de forma efetiva para o desenvolvimento econômico e social do município. São reconhecidos projetos que favoreçam a implementação da Lei Geral, promovam as compras governamentais de pequenos negócios, aumentem a formalização desses ao mesmo tempo que reduzam a burocracia, favoreçam também a inovação e a sustentabilidade na economia local, combatam a extrema pobreza e promovam a inclusão produtiva com segurança sanitária.

Centro Sebrae de Sustentabilidade e Premio Sebrae Prefeito Empreendedor

27/04 - 17h até 27/04 - 18h00 Local: Praça de Boas Práticas

Centro Sebrae de Sustentabilidade

 O Centro Sebrae de Sustentabilidade atua com a geração e disseminação de conhecimentos em sustentabilidade aplicada aos pequenos negócios. Nosso papel é mapear inovações, técnicas e práticas sustentáveis no Brasil e no mundo, formular conteúdos exclusivos e mostrar aos empresários que é possível ser mais rentável, reduzindo impactos no meio ambiente e contribuindo para um desenvolvimento social mais justo e igualitário. É um laboratório de práticas sustentáveis para empresários, estudantes e instituições públicas que desejam conhecer a aplicação do tema no dia a dia, fornecendo conteúdo qualificado por meio de inúmeras ações e publicações segmentadas, disponíveis gratuitamente. No IV EMDS, o Centro Sebrae de Sustentabilidade apresentará soluções que podem ser adotadas por empresas e pelos poderes públicos em geral, visando a melhoria do ambiente de negócios com sustentabilidade e competitividade, assim favorecendo o desenvolvimento local.

Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

 Premia os gestores públicos municipais que implantam projetos com resultados comprovados de estímulo ao surgimento e ao desenvolvimento de pequenos negócios e à modernização da gestão pública, contribuindo de forma efetiva para o desenvolvimento econômico e social do município. São reconhecidos projetos que favoreçam a implementação da Lei Geral, promovam as compras governamentais de pequenos negócios, aumentem a formalização desses ao mesmo tempo que reduzam a burocracia, favoreçam também a inovação e a sustentabilidade na economia local, combatam a extrema pobreza e promovam a inclusão produtiva com segurança sanitária.

Centro Sebrae de Sustentabilidade

24/04 - 12h30 até 24/04 - 13h00 Local: Praça de Boas Práticas

O Centro Sebrae de Sustentabilidade atua com a geração e disseminação de conhecimentos em sustentabilidade aplicada aos pequenos negócios. Nosso papel é mapear inovações, técnicas e práticas sustentáveis no Brasil e no mundo, formular conteúdos exclusivos e mostrar aos empresários que é possível ser mais rentável, reduzindo impactos no meio ambiente e contribuindo para um desenvolvimento social mais justo e igualitário. É um laboratório de práticas sustentáveis para empresários, estudantes e instituições públicas que desejam conhecer a aplicação do tema no dia a dia, fornecendo conteúdo qualificado por meio de inúmeras ações e publicações segmentadas, disponíveis gratuitamente. No IV EMDS, o Centro Sebrae de Sustentabilidade apresentará soluções que podem ser adotadas por empresas e pelos poderes públicos em geral, visando a melhoria do ambiente de negócios com sustentabilidade e competitividade, assim favorecendo o desenvolvimento local.

Centro Sebrae de Sustentabilidade e Premio Sebrae Prefeito Empreendedor

24/04 - 17h até 24/04 - 18h00 Local: Praça de Boas Práticas

Centro Sebrae de Sustentabilidade

    O Centro Sebrae de Sustentabilidade atua com a geração e disseminação de conhecimentos em sustentabilidade aplicada aos pequenos negócios. Nosso papel é mapear inovações, técnicas e práticas sustentáveis no Brasil e no mundo, formular conteúdos exclusivos e mostrar aos empresários que é possível ser mais rentável, reduzindo impactos no meio ambiente e contribuindo para um desenvolvimento social mais justo e igualitário. É um laboratório de práticas sustentáveis para empresários, estudantes e instituições públicas que desejam conhecer a aplicação do tema no dia a dia, fornecendo conteúdo qualificado por meio de inúmeras ações e publicações segmentadas, disponíveis gratuitamente. No IV EMDS, o Centro Sebrae de Sustentabilidade apresentará soluções que podem ser adotadas por empresas e pelos poderes públicos em geral, visando a melhoria do ambiente de negócios com sustentabilidade e competitividade, assim favorecendo o desenvolvimento local.

Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

     Premia os gestores públicos municipais que implantam projetos com resultados comprovados de estímulo ao surgimento e ao desenvolvimento de pequenos negócios e à modernização da gestão pública, contribuindo de forma efetiva para o desenvolvimento econômico e social do município. São reconhecidos projetos que favoreçam a implementação da Lei Geral, promovam as compras governamentais de pequenos negócios, aumentem a formalização desses ao mesmo tempo que reduzam a burocracia, favoreçam também a inovação e a sustentabilidade na economia local, combatam a extrema pobreza e promovam a inclusão produtiva com segurança sanitária.

Centro Sebrae de Sustentabilidade e ANVISA- Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Projeto Educanvisa

25/04 - 10h até 25/04 - 11h00 Local: Praça de Boas Práticas

Centro Sebrae de Sustentabilidade

     O Centro Sebrae de Sustentabilidade atua com a geração e disseminação de conhecimentos em sustentabilidade aplicada aos pequenos negócios. Nosso papel é mapear inovações, técnicas e práticas sustentáveis no Brasil e no mundo, formular conteúdos exclusivos e mostrar aos empresários que é possível ser mais rentável, reduzindo impactos no meio ambiente e contribuindo para um desenvolvimento social mais justo e igualitário. É um laboratório de práticas sustentáveis para empresários, estudantes e instituições públicas que desejam conhecer a aplicação do tema no dia a dia, fornecendo conteúdo qualificado por meio de inúmeras ações e publicações segmentadas, disponíveis gratuitamente. No IV EMDS, o Centro Sebrae de Sustentabilidade apresentará soluções que podem ser adotadas por empresas e pelos poderes públicos em geral, visando a melhoria do ambiente de negócios com sustentabilidade e competitividade, assim favorecendo o desenvolvimento local.

Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

28/04 - 10h até 28/04 - 11h00 Local: Praça de Boas Práticas

 Premia os gestores públicos municipais que implantam projetos com resultados comprovados de estímulo ao surgimento e ao desenvolvimento de pequenos negócios e à modernização da gestão pública, contribuindo de forma efetiva para o desenvolvimento econômico e social do município. São reconhecidos projetos que favoreçam a implementação da Lei Geral, promovam as compras governamentais de pequenos negócios, aumentem a formalização desses ao mesmo tempo que reduzam a burocracia, favoreçam também a inovação e a sustentabilidade na economia local, combatam a extrema pobreza e promovam a inclusão produtiva com segurança sanitária.

Fundação Getúlio Vargas

28/04 - 15h até 28/04 - 16h00 Local: Praça de Boas Práticas

Palestrante: Sergio Ruy

Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor e Centro Sebrae de Sustentabilidade

28/04 - 17h até 28/04 - 18h00 Local: Praça de Boas Práticas

Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

 Premia os gestores públicos municipais que implantam projetos com resultados comprovados de estímulo ao surgimento e ao desenvolvimento de pequenos negócios e à modernização da gestão pública, contribuindo de forma efetiva para o desenvolvimento econômico e social do município. São reconhecidos projetos que favoreçam a implementação da Lei Geral, promovam as compras governamentais de pequenos negócios, aumentem a formalização desses ao mesmo tempo que reduzam a burocracia, favoreçam também a inovação e a sustentabilidade na economia local, combatam a extrema pobreza e promovam a inclusão produtiva com segurança sanitária.

Centro Sebrae de Sustentabilidade

 O Centro Sebrae de Sustentabilidade atua com a geração e disseminação de conhecimentos em sustentabilidade aplicada aos pequenos negócios. Nosso papel é mapear inovações, técnicas e práticas sustentáveis no Brasil e no mundo, formular conteúdos exclusivos e mostrar aos empresários que é possível ser mais rentável, reduzindo impactos no meio ambiente e contribuindo para um desenvolvimento social mais justo e igualitário. É um laboratório de práticas sustentáveis para empresários, estudantes e instituições públicas que desejam conhecer a aplicação do tema no dia a dia, fornecendo conteúdo qualificado por meio de inúmeras ações e publicações segmentadas, disponíveis gratuitamente. No IV EMDS, o Centro Sebrae de Sustentabilidade apresentará soluções que podem ser adotadas por empresas e pelos poderes públicos em geral, visando a melhoria do ambiente de negócios com sustentabilidade e competitividade, assim favorecendo o desenvolvimento local.

 

UNICEF

26/04 - 14h até 26/04 - 16h00 Local: Praça de Boas Práticas

Apresentação da nova Edição da Plataforma dos Centros Urbanos 2017-2020 com a presença dos Prefeitos que já tiverem aderido à iniciativa. - Coordenação desta atividade: Luciana Phebo – Coordenadora da PCU no UNICEF

VIVA RIO

27/04 - 12h até 27/04 - 13h00 Local: Praça de Boas Práticas

UPA pediátrica: Otimizando recursos e criando pólos de excelência.  

Palestrante : Anamaria Schneider