16/11/16

Quatro Barras vai ampliar projeto referência na área farmacêutica

Um projeto piloto de acompanhamento da prescrição e uso de medicamentos dados aos pacientes foi implantado há dois anos na Unidade de Saúde do Jardim Menino Deus, em Quatro Barras/PR, e desde então vem gerando benefícios tanto na eficácia dos tratamentos, quanto na qualidade de vida dos pacientes.

O projeto desenvolvido pela farmacêutica Regiane Simioni Ferrarini utiliza o Método Dáder - procedimento implantado para conhecer efetivamente os problemas de saúde de cada paciente, bem como os medicamentos que utiliza (quantos e quais são), como faz uso deles e se a interação entre eles está sendo benéfica ou não.

"É bastante comum o paciente começar o tratamento, sofrer alguma reação, voltar ao médico e tomar outro tipo de medicamento, que seria desnecessário. Ou ainda, o paciente se automedicar, e a composição de um medicamento afetar o outro, inibindo seu benefício. Por isso é necessário acompanhar o que o paciente toma e como está administrando estes medicamentos, especialmente os idosos", explicou a farmacêutica.

Denominado de Polifarmácia, o uso concomitante de cinco ou mais medicamentos pode gerar interação medicamentosa, que pode ser prejudicial à saúde do paciente. Casos como este podem acontecer até mesmo com a administração de apenas dois medicamentos. Os resultados desta interação podem ir além da perda da eficácia do tratamento, agravando o quadro de doenças crônicas e até mesmo gerar efeitos tóxicos para o organismo.

O acompanhamento domiciliar dos pacientes no bairro deu tão certo que a Secretaria de Saúde, através da equipe de farmacêuticas, vai ampliar o projeto de assistência farmacêutica, estendendo para todas as Unidades de Saúde. A ação também prevê melhorias nos processos de seleção, aquisição, armazenagem e dispensação dos medicamentos.

Para isso, todos os âmbitos do sistema de saúde deverão ter uma atuação integrada, envolvendo agentes comunitários, farmacêuticos, auxiliares de enfermagem, médicos, entre outros. O início do treinamento foi realizado com as equipes de ACS. Na sequência, também estão programados simpósios com médicos e prescritores.

"A meta do projeto é fornecer medicamentos de forma segura, eficaz e com a otimização dos recursos, que pode reduzir custeios a longo prazo, além de garantir mais eficácia nos tratamentos", disse a farmacêutica Andiara Cristina Fillipin.

Premiação

O projeto já foi premiado por duas vezes. Em 2014, a iniciativa foi publicada na revista "Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS" - periódico editado pelo Conselho Federal de Farmácia que enaltece e estimula práticas de sucesso em todo o território brasileiro. A segunda premiação ocorreu neste mês na Assembleia Legislativa do Paraná.

Investimentos

Segundo dados da Secretaria de Saúde, Quatro Barras vem aplicando investimentos consistentes na aquisição de medicamentos. A média dos recursos aplicados por paciente ao trimestre, na maioria das cidades, é de R$ 10, dos quais R$ 5 são aplicados pelo governo federal, R$ 2,5 pelo Estado e R$ 2,5 pelos municípios. Em 2015, Quatro Barras investiu três vezes mais do que a junção de todos os entes de governo. Foram R$ 30 aplicados por paciente, totalizando investimentos de mais de R$ 1 milhão.

O prefeito Loreno Tolardo diz que os investimentos são consistentes e que o foco da Prefeitura é otimizar tanto os tratamentos realizados, quanto os recursos aplicados na área. "Este acompanhamento prevê não apenas a otimização de investimentos, mas principalmente a qualidade do tratamento oferecido aos pacientes. Este é o principal foco do projeto, que estabelece uma ampla gestão de saúde", disse o prefeito.

Prefeitura de Quatro Barras/PR
Última modificação em Quarta, 16 de Novembro de 2016, 11:11
Mais nesta categoria: